Páginas

Esta foi a maneira que encontrei de dividir com vocês minhas alegrias, emoções, meus anseios, dúvidas, questionamentos,.. enfim, dividir um pouco de mim, afinal, ser mulher, mãe e esposa, não é fácil e eu não vim com manual de instruções!

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

7 dias? Parece mais 7 anos!

A missa da nossa Princesa foi dia 25 as 17h aqui na Praia e as 19h30 em São José.

Como foi difícil ouvir o nome dela, aquele que o Papai escolheu com tanto carinho no momento do sétimo dia. Cada vez que o Padre dizia: Olívia Marques Lemes Castro, era como se uma faca entrasse em meu peito apunhalando meu coração e o destroçando sem arrancá-lo, pois se assim fosse, seria mais fácil aguentar a dor, pois ela logo cessaria.

A missa de São José foi muito bonita e triste (assim me disseram). Alguns amigos e familiares compareceram e todos choraram muito a perda do nosso anjo para Deus!
Porque somos assim? Porque sofremos assim? Não sabemos e ficamos repetindo a todo instante que ela se tornou um Anjo. Que Deus a escolheu. Que ela esta junto D'ele... então! Porque não ficamos felizes ao pensar nisso? Sinceramente não sei a resposta. A única coisa que sei é que já não durmo como antes... não consigo mais deitar a cabeça no travesseiro e fechar os olhos sem me lembrar do momento que ouvi seu choro ao nascer, e das 3 vezes que tive a oportunidade de toca-la, sendo que duas dessas vezes meu coração estava cheio de esperança e planos, já a última delas... ah! a última delas, eu já não tinha a certeza de nada, somente que um medo muito grande invadia meu coração e a sensação mais horrível que já senti, algo que não sei nem como explicar, invadia meu ser... Durante a noite meu sono não é diferente. Acordo algumas vezes pensando nela. Ainda não consigo acreditar que meu sonho mais doce se tornou essa realidade tão amarga e dura. Não consigo acreditar que ao invés daquela "pança enorme", agora tenho apenas algumas gordurinhas e um corte que dói muito. 

Nossa! apenas 7 dias se passaram e a dor parece de 7 anos! Como as vezes as horas parecem ser tão longas apesar de terem os mesmos 60 minutos daquelas horas que parecem ser tão curtas?

Muito obrigada a todos que comparecerão de corpo ou de coração neste momento tão doloroso para nossa família.

Com carinho,

Roberta



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindo! Deixe um recadinho. Sua opinião é importante para mim e eu adoro quando você comenta! =)