Páginas

Esta foi a maneira que encontrei de dividir com vocês minhas alegrias, emoções, meus anseios, dúvidas, questionamentos,.. enfim, dividir um pouco de mim, afinal, ser mulher, mãe e esposa, não é fácil e eu não vim com manual de instruções!

domingo, 4 de setembro de 2011

Encontro Inesperado X Perdão

Oi pessoas!

Sexta tive um encontro inesperado que mexeu muito com meus sentimentos.
Quando esta indo para o escritório encontrei a Médica que fez meu pré-natal. Só pra constar, o consultório dela fica no mesmo prédio do escritório do Xuxu, ela é cliente do escritório e da contabilidade (onde trabalho!) Desde que a Olívia morreu, eu ainda não havia visto e muito menos falado com ela. Eu até pensei que não guardava nenhum tipo de mágoa ou rancor, mas foi puro engano e quando na sexta logo cedo, entrei no elevador e a vi entrando no prédio comecei a sentir tantas coisas que fica até difícil descrever. No instante que a vi pensei:_ Não vou segurar a porta! _Não! Eu não sou assim! Vou segurar e falar tudo o que esta aqui guardado pra ela! _Não! Vou esperar pra ver se ela fala comigo! e assim fiz. Ela entrou... não sei se me reconheceu, mas eu não fiz nada do que pensei. Apenas fiquei olhando para o painel do elevador e pensando milhares de coisas e reações que eu poderia ter. Sai do elevador no 3º andar, mas parecia que fui para o 30º ou que fiquei lá por 3 segundos! Ao sair só consegui chorar e disfarçar que nada havia acontecido, mas foi um pouco difícil!

A noite, quando falei pro Xuxu o que havia acontecido, me acabei de chorar e expressei alguns pensamentos que tenho sobre ela e sobre Obstetras em geral. 
Todos sabem que quando senti contrações ela me mandou ir para o hospital com a mala da Olívia e que depois ela iria lá me ver. Me internei, passei 4 dias lá, a Olívia nasceu, morreu, eu voltei pra casa de colo vazio, sem nem ver a cara dela no hospital! Essa atitude e algumas outras, me fizeram sentir raiva dela por ter sido omissa e nem se importar o que estava acontecendo com sua paciente ( eu tinha consulta com ela no dia 26 de janeiro, me internei no dia 13, a Olívia nasceu dia 17 e no dia 25 ligaram do consultório dela no escritório do Xuxu para confirmar a consulta! Como assim??? Consulta de que??? Pois é gente, ela NÃO SABIA QUE A OLIVIA HAVIA NASCIDO E MUITO MENOS QUE HAVIA MORRIDO! ela simplesmente, não sabia! Que raiva de mim por ter confiado a vida da minha filha nas mãos dela. Hoje tenho consciência que tenho sim muita mágoa por ela e que ainda não estou livre desse sentimento. Alguns acham que certas coisas não merecem perdão, outras que devemos perdoar tudo, eu simplesmente acho: Perdoando ou não, o que aconteceu não muda. Mas o meu futuro eu posso mudar! Perdoar fará bem pra mim, mas isso eu não sei quanto tempo vai demorar. Pode ser uns meses, uns anos, ou a vida toda, e se for a vida toda, não me culpo, SOU HUMANA, SOU MÃE DE COLO VAZIO e quem sabe, um pouco mais de cuidado não mudaria nossa história? Pois bem, o quem sabe agora não importa mais. O que importa mesmo é o que vou fazer a partir de agora. Isso sim vai mudar minha história e deixo claro pra quem quiser ouvir, minha história será repleta de vitórias e conquistas, pois Deus jamais me abandonou e cuida de mim melhor do que qualquer pessoa no mundo pode cuidar, me ama como sou e vai me fazer cantar o hino da vitória!

Sabe, obstetras deveriam antes de ser médicos, pessoas que AMAM  seu próximo como a ti mesmo e que seja desapegado dos bens materiais. Deixa eu explicar:

Amar o próximo como a ti mesmo: Gente, quantas pessoas vão ao obstetra por algo ruim? Dá pra contar nos dedos! Obstetras, diferente das outras especialidades, só é procurando quando se tem uma vida sendo gerada e não por alguma dor ou doença incurável! Obstetras, realizam sonhos! Trazem á VIDA um outro ser igual a eles. Que tem dor, fome, sede, alegrias, sonhos... Eles podem em questão se segundos por pura omissão ou vontade mesmo destruir a vida de uma familia inteira. De uma mulher. De uma Vida! Por isso essa profissão deveria ser exercida por pessoas com amor ao próximo. Cada paciente deveria ser como alguém da sua família e por quem ele nutri um amor imenso, como mão, filha, tia, amiga... ou até ela mesma! 

Desapegado dos bens materiais: Isso é simples. Ele deveria pensar que o dinheiro é apenas um bônus pelo trabalho incrível que ele fez! Não que o dinheiro não seja importante, mas não deveria ser mais importante do que a vida que esta nas mãos dele, afinal, NEM TODO DINHEIRO DO MUNDO SERIA CAPAZ DE COMPRAR UMA VIDA PERDIDA POR NEGLIGENCIA OU OMISSÃO!

Bom, agora que já filosofei, me enrolei ao falar, e deixei todo muito doido (rs), vou voltar para minha realidade e escolher com mais cautela a pessoa que vai cuidar do bem mais precioso que Deus vai dar novamente. Um filho! Na verdade eu já escolhi. Quem vai cuidar do meu tesouro é a Dra. Eliana. Agora é só esperar a vontade de Deus, para entregar a ela essa missão mais que especial!

Uma linda semana pra todo mundo.

Com carinho,


Roberta
"nosso amor é como o vento: não posso ver, não posso tocar, mas posso sentir!"


10 comentários:

  1. Tens uma coragem e uma força notaveis...parabéns!
    É normal o que sentes pela médica! No meu caso não foi culpa de ninguém...mas continuo revoltada com a vida...
    Quando menos esperares, esse positivo vai chegar...tu mereces!

    Beijo grande e um abraço apertadinho...porque há dias que custam tanto...

    ResponderExcluir
  2. Oi tava lendo seu blog, me identifiquei muito com esse post.
    Eu tava com 3 meses de gravidez e tive um sangramento na hora liguei pra minha obstetra ela disse q era normal e que era pra eu tomar um buscopan e ficar de repouso, perdi meu bebe 1 dia depois.....nao tive coragem de voltar no consultorio dela depois disso, fazem 3 meses, talvez eu teria perdido de qualquer forma mas parece que nao se importam mesmo...
    Boa semana
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá Roberta!

    Eu tb passei pela mesma situação, infelizmente mtas mulheres passam, no meu caso fui numa segunda com a bolsa rompida.... era ainda apenas o tampão e o GO (meu EX GO) disse q não era nada indicou uma pomada envaziva por 5 dias (alegando um corrimento qq), passado mais 2 dias na quarta perdi todo o liquido qdo liguei para ele relatando ele teve a cara de pau de dizer: Ah mãe então segunda era o tampão mesmo.... vai para o hospital tal pq seu bebe é mto prematuro, pede p/ o GO de plantão te examinar e me ligar q já vou indo para lá (já era o noite e ele não estava trabalhando no momento).... assim foi feito, mas eu nunca mais vi a cara dele.... meu bebe nasceu na sexta mesmo dia q me ligaram no celular tb p/ confirmar a consulta.... eu não tive forças tb de falar nada, mesmo com td engasgado nada saiu... eu apenas disse não, não vou a consulta não.... e por aí ficou, tenho 'medo' de reencontra-lo.... não sei qual será minha reação.... não consigo perdoar isso.... por enquanto... de onde será q vem esses CRM's não? aff.
    Foi um desabafo.... ai ai.

    Mas o q importa realmente como vc disse é daqui p/ frente, o passado é importante sim pois constroi nossa historia e nos trazem lembranças maravilhosas (das quais devemos guardar) mas o futuro muda nossa historia MESMO!
    Deixo lhe um vídeo q tenho assistido e escutado mto essa música: Milagre - André Valadão, acho lindo e tem me feito um bem danado! :-)
    http://www.youtube.com/watch?v=UiBVwjJ4_xc
    ... já q o 'medo' inevitavelmente vai nos acompanhar por um tempinho ainda....

    Bjus e tenha uma semana com mtas mais conquistas, vitorias e milagres!

    Alicinha

    'Posso ver as promessas sendo liberadas'

    ResponderExcluir
  4. Sei exatamente o que vc está sentindo.
    Eu estava grávida de gêmeos, e na sala de espera da consulta encontrei a filha do meu GO, o parto dela tinha sido antecipado para aquela tarde e ele estava radiante.
    Passei por consulta e não havia mais batimentos cardíacos, em nenhum dos dois. Meu mundo desabou na minha cabeça. O que ele fez? Simplesmente me encaminhou para o PS cuidar de mim. Fiquei internada 6 dias, com contração. Não bastasse a dor emocional tive que suportar toda essa dor física. E ele nem ao menos ligou pra perguntar se eu ainda estava viva.
    Já fazem 15 dias que saí do hospital e ainda sinto dores, já fui em outros dois GOs e nenhum deles quer continuar meu tratamento, dizem que tenho que voltar nesse animal, mas eu não tenho coragem.

    ResponderExcluir
  5. Amiga,nem vou cometar sobre essa "doutora" ja falei pra vc o que penso...fico de coração partido com tudo isso e ainda vendo que as meninas aqui nos comentario tambem passarm por essa mesma falta de amor ao proximo e descumplimento dos atributos das responsabilidade de medico...outro dia brigo com o mundo sobre isso...vc sabe adoro brigar...rsss..mas,hoje é um dia que não quero brigar...hoje é um dia especial....muito especial...me sinto presentiada e feliz...só quero dizer que te amo e sempre estarei aqui pra voce...

    ResponderExcluir
  6. Passei tb por um aborto, e os sentimentos são praticamente como seus...
    Tb eu acho que foi inúmeros erros médicos que influeciaram para o meu aborto.
    Mas agora não posso fazer nada, nem quero muito pensar tb no assunto.
    Mas a cicatriz está aqui, e ainda sangra...
    E continua um assunto proibido..
    Estamos na luta!

    ResponderExcluir
  7. É complicado né,já passei por momentos terríveis de descaso que nem gosto de lembrar quando perdi meu primeiro filho.Só pra ter uma idéia eu estava com dores terríveis e um grande sangramento e simplismente me passaram uma ultra de urgencia que demorou oito dias pra acontecer...isso foi só um dos muitos despresos que enfrentei,no décimo dia já não havia mais vida dentro de mim...

    Já na segunda foi tudo bem o obstetra é uma pessoa excelente,ele só não fez meu parto porque foi de urgencia e ele estava fora da cidade.Ele passou pelo mesmo,por perda e o outro bebê dele ficou na UTI,graças a Deus teve um final feliz e as fotos ficam lá no consultório.Ele conversou muito comigo e com meu esposo,nos deu muita atenção.Continuo passando com ele,ele disse que quer acompanhar ainda mais de perto minha próxima gestação.

    Por isso acho que tem os dois lados e já experimentei os dois,que Deus coloque o médico certo em seu caminho e vai dar tudo certo!Continue com essa força,você vai ter muitas bençãos pra contar.

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  8. Eu não sei que tipo de sentimento é esse, pois nuca passei por algo parecido.

    Mais concordo com vc em tudo, Ela é uma Drª sem ética e incapaz de seguir em sua profissão. Essa é minha opinião.

    Mais Deus tá ai e vendo tudo, e se ela vive errando com certeza uma hr ela vai pagar =/

    Acalme seu coração, ore bastante para tirar esse sentimento ruim que só faz mau a você mesmo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Nossa, você tem razão...eu no seu lugar talvez estaria ainda sentindo a mesma mágoa, é muito triste tudo isso, e fiquei mais assustada ainda em ler os comentários e infelizmente saber que é muito comum isso acontecer, Meu Deus, que mundo estamos!!!

    Como disse a Leny, que Deus coloque em seu caminho a pessoa certa, para cuidar de vc e do seu futuro baby.

    Um Grande Beijo

    ResponderExcluir
  10. Oi Roberta, é por mais que tentamos aceitar que foi a vontade de DEUS, sabemos que muitos fatores como médico,enfermeiros,hospital etc fossem mais atenciosos com suas pacientes muitas coisas ruins não ocorreriam, estariamos com nosso colo preenchido e não vazio como está agora, hoje tenho duas filhas lindas mas nenhuma delas ocupa o espaço vazio que ficou em meu coração, e sei que muitas negligencias ocorreram por isso ele partiu, mas DEUS me confortou e tirou a dor imensa que senti com esta perda,e sei que você é uma pessoa forte e irá superar tudo isso também bjs!

    ResponderExcluir

Bem vindo! Deixe um recadinho. Sua opinião é importante para mim e eu adoro quando você comenta! =)