Páginas

Esta foi a maneira que encontrei de dividir com vocês minhas alegrias, emoções, meus anseios, dúvidas, questionamentos,.. enfim, dividir um pouco de mim, afinal, ser mulher, mãe e esposa, não é fácil e eu não vim com manual de instruções!

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

A gestação da saudade

Hoje faz 9 meses que a Olívia foi para um lugar onde meus olhos não a veem e minhas mão não a tocam. Não sei se estou mais emotiva por conta da gestação, mas tenho sentido uma saudade tão grande da minha Bailarina. Durante a viagem não consegui conter as lágrimas durante um jantar onde ao nosso lado estava uma menina que deveria ter a mesma idade da Olívia, ela me olhava e sorria. Linda! 

A cada dia que passa tenho a mais absoluta certeza que a saudade vai ser minha eterna companheira. Essa saudade que não pode ser descrita em palavras. Saudade do desconhecido. Saudade das lembranças que não tive. Saudade do que não vivi. Estranha saudade, mas mesmo assim, sem definição, ela não vai embora e se vai, volta sem pedir licença ou sem marcar hora. Somente volta e invade meu coração como se ele pertencesse a ela, e se parar pra pensar, sim! Meu coração pertence a saudade, pois meu coração pertence a Olívia e o que mais sinto além do amor, é a saudade. 

Se estou triste? Não! Estou feliz! Contraditória? Não! Muitas pessoas irão me entender. A saudade que sinto, não me impede de ver toda alegria que me cerca. A saudade não impede que eu veja a beleza das flores, o canto dos pássaros, o meu amor pelo meu marido e pelo meu filho que esta aqui dentro, crescendo a cada dia, o amor pelo meus companheiros fiéis: Kindim e Cacau, o amor da minha família, amigos e o mais importante de tudo, o amor de Deus.

A única diferença entre a gestação da saudade e a gestação de um bebê, é que a do bebê tem início, meio e fim, a da saudade tem início, mas o fim... ah! esse não chega nunca!

Aonde quer que eu vá - Os Paralamas do Sucesso

Olhos fechados
Pra te encontrar
Não estou ao seu lado
Mas posso sonhar
E aonde quer que eu vá
Levo você no olhar
E aonde quer que eu vá
E aonde quer que eu vá
Não sei bem certo
Se é só ilusão
Se é você já perto
Se a intuição
E aonde quer que eu vá
Levo você no olhar
E aonde quer que eu vá
E aonde quer que eu vá
Longe daqui
Longe de tudo
Meus sonhos vão
Te buscar
Volta pra mim
Vem pro meu mundo
Eu sempre vou
Te esperar
Não sei bem certo
Se é só ilusão
Se é você já perto
Se a intuição
E aonde quer que eu vá
Levo você no olhar
E aonde quer que eu vá
E aonde quer que eu vá
E aonde quer que eu vá...
Com todo meu amor,
Roberta
"é como o vento: não posso ver, não posso tocar, mas posso sentir!"

11 comentários:

  1. Roberta,

    Que lindo!!
    Sem palavras...
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. A saudade vai sempre existir. É uma saudade que aperta, mas que ao mesmo tempo traz um alivio.
    Que essa saudade sempre permaneça em vc, e que com Ela vc cresça e se fortaleça a cada dia, sempre baseado no amor.
    Um forte abraço

    ResponderExcluir
  3. certamente que essa saudade será pra sempre,mesmo que estejamos bem e felizes sempre iremos nos lembrar dos nossos anjos,eu que o diga que mesmo estando com o Cauan no colo quantas vezes ja chorei de saudades do que não pude viver e nem conhecer...te deixo meu abraço bem apertadinho e fique na paz.

    ResponderExcluir
  4. Rô, sei perfeitamente o que sente. Concordo que nossa saudade será eterna, conhecemos o início, mas nunca conheceremos o fim!!!
    Um mega abraço!

    ResponderExcluir
  5. O amor junto com a saudade nos enche de inspiração!! Lindas palavras, lindo sentimento!!!

    Espero que com o tempo a saudade venha sem a dor da perda!

    Beijos pra vocês!

    ResponderExcluir
  6. Tambem tenho um anjo no ceu, a Isabela. Sei bem o q voce quer dizer. Essa saudade é eterna,o amor q a torna assim. Somos especiais,muitas podem ser maes,mais poucas podem ser maes de anjos. Bjos e bençaos para nos. Cintia

    ResponderExcluir
  7. Eu imagino e sei que não passa... Nestes momentos de "invasão de coração" não adianta tentar mandar pra longe, é pior, o bom é fazer como você já se acostumou a fazer, entender que ela tem o seu momento e você sabe lidar com ele... Já já terá um montinho nos seus braços e a cada dor que sentir poderá abraçar e depositar ali todo o amor contido... não que vá substituir, mas vai sim confortar... BEIJO E FORÇA!

    Cheila

    ResponderExcluir
  8. Roberta querida visita meu blog e vê o ultimo post....
    beijos você e o bebê'

    ResponderExcluir
  9. Oi linda...pois eu postei o DVD da nossa linda bailarina no dia 19...acredito que em ate uma semana esta ai para alegrar seu coraçãozinho..saudades...

    ResponderExcluir
  10. A saudade sempre vai nos acompanhar. A saudade de tudo o que não vivemos.
    Bjos, Lu.

    ResponderExcluir
  11. é amiga, vc disse td, por isso a unica coisa q posso te dizer é Fica com deus e que te adoro.

    Bjus

    ResponderExcluir

Bem vindo! Deixe um recadinho. Sua opinião é importante para mim e eu adoro quando você comenta! =)