Páginas

Esta foi a maneira que encontrei de dividir com vocês minhas alegrias, emoções, meus anseios, dúvidas, questionamentos,.. enfim, dividir um pouco de mim, afinal, ser mulher, mãe e esposa, não é fácil e eu não vim com manual de instruções!

terça-feira, 4 de outubro de 2011

A relatividade do Tempo...


O Tempo

Como o tempo é relativo não é? e pra quem perde um filho??? Ah! Isso só quem passou vai entender... Quando perdemos um filho o tempo parece parar na hora em que recebemos a fatídica noticia. Tudo o que acontece depois disso permanece naquele momento. É muito confuso tentar entender. Ficamos dias e noite pensei naquele instante terrível, instante esse que mudará nossa vida para sempre.
Quando recebi a notícia que nossa Olívia havia partido, não conseguia pensar em nada e conseguia pensar em tudo ao mesmo tempo. Se fecho meu olhos e começo e relembrar, fica tudo tão recente, tão agora, tão dolorido, tão mortal... Parece que foi agora, hoje, ontem, semana passada, há 1 ano ou quem sabe 20. É tão relativo. Uma dor tão recente, tão nova, tão velha, tão calejada, tão misteriosa, tão assustadora... como o tempo é relativo... há 8 meses vivi a maior dor que uma mãe pode sentir e pensei que ela jamais iria me abandonar, e assim foi. Aprendi a conviver com esta dor da mesma maneira que aprendi a sonhar novamente. Quando perdemos um filhos, desaprendemos a sonhar. Ou simplesmente desistimos de sonhar, afinal, sonhamos tanto com aquele filho(a) e esse sonho, talvez o maior, mais almejado e mais bonito se foi sem sonharmos assim...
Em 2010 fiz um vídeo de presente de Ano Novo pro Xuxu contando nossa história e como ela seria em 2011. Pensei que este seria o melhor e mais magnífico das nossas vidas e cheguei a comentar com algumas pessoas que estava com medo de 2011, afinal, se 2010 tinha sido tão incrível, imagine 2011? Mal sabia que que nos primeiros 19 dias desse ano tantas coisas iriam mudar e que jamais minha vida seria a mesma! Ai, pensei: Quero que esse ano termine logo! Foi o pior ano da minha vida! E sou pega de surpresa pela linda notícia que seria mãe novamente! Como assim??? Feliz??? Como??? em 2011??? em 8 meses tive a melhor, a pior e a melhor notícia da minha vida??? Como assim? O que é isso tempo? é possível ser feliz novamente em tão pouco tempo? SIM! o TEMPO é o remédio e a cura para muitos males. O TEMPO de Deus, não é o nosso. O TEMPO de Deus é perfeito! 
Desde que comecei a pensar sobre o Tempo, não conseguia para de ouvir a música ORAÇÃO AO TEMPO de Caetano Veloso. Ouvia por diversas vezes e desandava a chorar... outro dia, resolvi assistir a novela das 18h e de repente, assim que começou a tocar a abertura da novela, não aguentei e desandei a chorar... cada imagem, cada cena, cada melodia... tudo me faz lembrar minha história, tudo me faz lembrar a Olívia e o que não vivemos, tudo me faz pensar no que vivo junto com meu novo(a) filho(a), tudo me faz lembrar que ela não esta mais aqui para vivermos juntas e isso machuca meu coração. Hoje tenho mais certeza que um novo filho não substitui o que se foi. Hoje tenho mais certeza que ela será sempre única e que sua falta estará pra sempre aqui dentro. Não! Isso não vai passar! Não é a mesma dor do dia que ela partiu. Essa dor já se foi com o Tempo. Hoje a dor que sinto é a da saudade e essa, o Tempo só aumenta!

Precisava dizer tudo isso... estava aqui, feito nó na garganta! Talvez ninguém me entenda... rs

Com carinho,

Roberta
"é como o vento: não posso ver, não posso tocar, mas posso sentir!"


15 comentários:

  1. ô amiga como eu te entendo e como tudo que você falou me fez também lembrar d minha historia..2010 perdi meu bb e no mesmo ano eu agradecendo a Deus pelo fim dele descubro depois do natal a gestação7 meses depois da perda...enfim nenhum filho substitui o outro e eu choro ainda muitas vezes olhando para o CAUAN lembrando do meu outro bebe e imaginando como ele seria..muito dolorido,mas precisamos seguir a vida com essa saudade eterna que permanecera até o fim de nossas vidas disso eu não tenho mais duvidas...espero que voce fique bem e que seus enjoos passe logo,só eu sei como sofri com enjoos até o final da gestação e um pouquinho ainda depois que o Cauan nasceu..obrigada pelo carinho no meu cantinho tive umas semanas sofridas e ainda estou tendo mas confiante que tudo vai ficar bem.
    se cuida e acredite já deu tudo certo..daqui uns meses conheceremos a carinha linda do seu bebe.
    forte abraço

    ResponderExcluir
  2. Oi amiga!

    Eu entendo perfeitamente tudo que você disse. Depois que perdemos um filho, a alegria anda de mãos dadas com a dor da saudade, mesmo que tenhamos outros filhos. E não há como ser diferente! Eu sinto isso em todos os momentos felizes ao lado dos meus filhos, em meio a tanta alegria, me vem aquela saudade enorme de tudo que eu não vivi e nunca vou viver ao lado do Júnior. Nas festas, no parque, nas brincadeiras, nos sorrisos, no progresso de cada um dos meus filhos, estou sempre pensando nele. Mas ao mesmo tempo, me lembro dos momentos maravilhosos que ele me proporcionou, e me alegro. Enfim, é muito confuso, são sentimentos que se misturam e como você disse, só quem passou vai entender...

    Beijos com todo o meu carinho para vocês.

    ResponderExcluir
  3. Ro....o importante é não guardar sentimentos....ainda mais esses...de saudades, de dor..de falta.
    Bjokinhas em vc e no bebe

    ResponderExcluir
  4. Roberta, eu não poderia deixar de comentar nesse seu post. E como te entendo, entendo cada palavra, casa frase que escreveu. Apesar de muita gente me dizer q eu perdi o bebê com 12 semanas, eu senti muito e ainda sinto.
    Vc expressa totalmente seu amor, e sua saudade pela sua pequena. E eu acho incrivelmente lindo.
    Nem me fala da música da abertura da novela, pois já choreiiii por causa dela.
    Só tempo mesmo amiga, para nos fazer compreender algumas coisas.
    Que possamos viver a cada dia o tempo de Deus em nossas vidas!!
    Um abraço bemmmm forte, bjinhos
    Rafa

    ResponderExcluir
  5. Olha
    Não é fácil, somente deus pra dar força.

    ResponderExcluir
  6. Oi amiga!!! Cada palavra tua é o mesmo qe sinto...saudade, dor, perdemos o controle do tempo..e ele passa...a saudade é de 20 anos.. e as lembranças são de 20 minutos atrás. Não tem como não se emocionar com a novela...acho que todas as mamães olham aquelas cenas lindas e projetam seus bbs para aqueles momentos...tempo..tempo..tempo..Um enorme bjo pra ti amiga..bjo no bbzinho também..
    Cíntia Dutra

    ResponderExcluir
  7. Força amiga!
    Claro que entendo, tb passei pelo que vc passou.
    E somente quem passou sabe, como a saudade doi, e doi muito!
    um forte abraço

    ResponderExcluir
  8. Não tem como dizer: Isso vai passar... Não vai mesmo... A única coisa que é certa é que Deus conforta a dor que parece cortante... Eu não sou mãe, mas vejo o amor da minha por mim e já já terei o meu também. Este novo bebê virá pra encher seu colo e a cada lembrança da Olívia você poderá abraça-lo e depositar ali tudo o que sempre quis dar... amor, conforto e tudo em dobro. Deus faz as coisas certas... Você vai ser muito, muito feliz... Você é um exemplo de superação... Jesus abençoe a vida de vocês três...

    Cheila

    ResponderExcluir
  9. Oie!

    Amiga só parece confuso... mas não é! rs* Eu entendo....eu todos os dias penso e repenso sobre a minha relação com o tempo.... e cada dia o vejo de uma forma.... o tempo ora é amigo ora parece q nem tanto.... contamos as horas, os dias, os minutos.... meses, instantes e anos! Sim num ano acontece mtas coisas (e graças ao nosso Deus).... Q 2011 termine repleto de bençãos e mais bençãos!

    Obs: Vai adorar Porto de Galinhas, rs*

    Bjus o/ vcs,
    Alicinha

    ResponderExcluir
  10. Rô, seu muito bem o seu sentimento e isto ninguém nunca retirará de nós!!!
    Um carinhoso abraço!

    ResponderExcluir
  11. Eu te entendo,e como te entedo!Eu perdi meu bebe á dois anos,mas parce que foi ontem,ainda sinto as dores, e posso ouvir os meus gritos...me indentifiquei muito c a parte em quevc diz:'Não! Isso não vai passar! Não é a mesma dor do dia que ela partiu. Essa dor já se foi com o Tempo. Hoje a dor que sinto é a da saudade e essa, o Tempo só aumenta!'.E como aumenta,são lembranças que nunca,jamais sairão da minha memória,dizem que o coraçao é o músculo mais forte,no meu caso,ele ta sendo o mais fraco,ta qse parando,ta doendo,tá sendo dificil p mim...mas o q me deixa c esperança,é saber que Deus guarda meu bebe,e que ele ta me esperando p um dia me entrega lo em meus braços!
    Um beijo,querida!E PAZ,muita Paz,pq é disso q o nosso corçao precisa!

    ResponderExcluir
  12. COM LAGRIMAS NOS OLHOS, DIGO Q TE COMPREENDO.
    DEUS CURARA TUDO ISSO.
    BJS.

    ResponderExcluir
  13. Cada filho é único e nunca nos esqueceremos das nossas meninas que ficaram tão pouco conosco.
    Bjos, Luciana.

    ResponderExcluir
  14. Não só quem já perdeu entendi, mas tbm quem teve lado á lado com vc, seja perto ou longe, quantas vezes chorei com vc lendo seu blog, ainda choro, agora de alegria! Isso mesmo põe pra fora, desabafa q irá te fazer super bem.

    Bjus
    Andressa

    ResponderExcluir
  15. Verdade como você disse essa dor nunca vai passar se transforma em saudade...uma saudade que será eterna e vamos levar conosco pra sempre.
    Mas a vida é feita de momentos e hoje o momento que Deus te proporciona é de muita alegria,e eu desejo o melhor pra vc e sua família,viva intensamente cada segundo dessa nova fase,você merece toda essa emoção depois de tudo que viveu!

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir

Bem vindo! Deixe um recadinho. Sua opinião é importante para mim e eu adoro quando você comenta! =)