Páginas

Esta foi a maneira que encontrei de dividir com vocês minhas alegrias, emoções, meus anseios, dúvidas, questionamentos,.. enfim, dividir um pouco de mim, afinal, ser mulher, mãe e esposa, não é fácil e eu não vim com manual de instruções!

sábado, 19 de novembro de 2011

10 meses de descobertas e aprendizado

Há 10 meses descobri que nosso amor seria diferente. Ele não seria esse amor tradicional, amor de mãe, desses que quando a gente sente vontade pode pegar no colo, fazer um carinho, dar um cheirinho... nosso amor não seria palpável. Não existiria abraços, beijos, carinhos, broncas, decepção, sonhos realizados ou não, primeiras palavras, primeiros passos, primeiro dia na escola... nada! 

Há 10 meses descobri que nosso amor seria único. Seria verdadeiro. Seria maior que eu. 

Há 10 meses aprendi a amar. Amar de uma maneira que só eu sei. Amar, amar, amar... sem nunca ter nada em troca. Somente um sorriso... aquele que você me deu no dia do US... ah! se eu soubesse que aquele seria o único sorriso...  Ah! se seu soubesse! Talvez não teria feito nada diferente, apenas insistiria para poder pegar você em meus braços e dar aquele único abraço, aquele único beijo que não te/me dei, pois na verdade eles seriam meus e estariam aqui guardados em meu peito, da mesma maneira que você esta.

Há 10 meses descobri/aprendi que "nosso amor seria como o vento: não posso ver, não posso tocar, mas posso sentir!" e quando fecho os olhos, contemplo mesmo que por alguns poucos segundos a experiência de te ter aqui novamente e por esses instantes, tenho a mais nítida impressão que você nunca partiu!

Com todo amor e carinho que você me proporcionou sentir,

Roberta
"nosso amor é como o vento: não posso ver, não posso tocar, mas posso sentir!"

8 comentários:

  1. Acabei de conhecer teu cantinho, adorei ler seus posts, sao lindos.
    Dá uma passadinha la no meu tambem:
    http://meusfilhosmeumaiorpresente.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Que lindo Roberta. A pessoa aqui já anda chorando atoa e com uma prova de amor destas, eu desabei...
    Simplesmente lindo!
    muito carinho e ternura pra vc´s!!

    ResponderExcluir
  3. O vento toca o meu rosto
    me lembrando que o tempo vai com ele
    levando em suas asas os meus dias,
    desta vida passageira
    minhas certezas, meus conceitos,
    minhas virtudes, meus defeitos
    nada pode detê-lo...
    ...o tempo se vai
    mas algo sempre eu guardarei...
    ..o Teu amor, que um dia eu encontrei

    os meus sonhos, o vento não pode levar
    a esperança, encontrei no Teu olhar
    os meus sonhos, a areia não vai enterrar
    porque a vida recebi ao Te encontrar...

    ...nos Teus braços não importa o tempo
    só existe o momento de sonhar
    e o medo que está sempre à porta
    quando estou com Você
    Ele não pode entrar...

    ...o tempo se vai
    mas algo sempre guardarei...
    ..o Teu amor, que um dia eu encontrei

    ResponderExcluir
  4. Viva o amoorrrr!

    Vai completar 10 meses q te descobri, pelo blog eheheheheeh!!!!

    Lindo post Ro, a Alice merece! Esqueci de te contar uma outra ligaçao quando li seu blog pela primeira vez....dp te conto...bjao


    bjao

    ResponderExcluir
  5. E eu? Chorei, claro... lindas as tuas palavras e sinceramente? Dessa vez não dá pra comentar direito... é melhor sentir todo esse carinho que você passou em palavras... um beijo em vocês...


    Cheila

    ResponderExcluir
  6. Oieeeeee, Conheci vc através do amigo baby... Já estou seguindo vc... =]

    Vamos compartilhar nossas experiencias.. :)

    Grande beijo

    Deyse e Luizoca...

    minhagravidezdeyse.blogspot.com

    Passa lá no nosso blog, tem sorteio... rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  7. Sem palavras, pois vc já disse td!!!

    ResponderExcluir

Bem vindo! Deixe um recadinho. Sua opinião é importante para mim e eu adoro quando você comenta! =)