Páginas

Esta foi a maneira que encontrei de dividir com vocês minhas alegrias, emoções, meus anseios, dúvidas, questionamentos,.. enfim, dividir um pouco de mim, afinal, ser mulher, mãe e esposa, não é fácil e eu não vim com manual de instruções!

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

O que realmente tem valor?

Sempre penso o porque de nós humanos sermos naturalmente insatisfeitos. Se não temos trabalho, quando encontramos um ficamos muito felizes, poi iremos receber um salário. Independente do valor, em pouco tempo já ficamos insatisfeitos com algo e achamos aquele salário(que a pouco tempo nem tínhamos) incompatível com o nosso trabalho e queremos mais. O engraçado é que sempre queremos mais dinheiro e menos trabalho! Mais dinheiro e mais tempo livre! Muita vezes chamamos esse tempo de "qualidade de vida", mas o que é mesmo essa tal qualidade de vida??? Sim! Porque isso varia muito de pessoa para pessoa.
Você pode pensar que qualidade de vida é ir a um bom restaurante, fazer uma boa viajem, ir ao cinema,... mas espera um pouco, então para ter qualidade de vida precisamos de dinheiro certo? E para ter dinheiro precisamos de trabalho certo? E para ganhar dinheiro no trabalho precisamos (lógico) trabalhar e muitas vezes fazer horas extras e estender um pouco mais nosso horário certo? Então, eu não penso assim. A minha qualidade de vida se resume em estar perto das pessoas que amo. Ficar com meu marido, meus cachorros, minha família e amigos. Dar risada. Fazer e receber um carinho. Olhar o mar quando estamos indo ou voltando do trabalho. Comer... mas não precisa ser em um "bom" restaurante, pode ser um pastel na feira, um almoço em família ou até mesmo em um bom restaurante porque não? O fato é que não preciso de bons restaurantes ou um bom carro para ser feliz! 
Meu apartamento tem 1 dormitório e estamos bem nele. Claro que se fossemos para um maior seria ótimo, a Manuela poderia ter uma quarto só pra ela, quem sabe teríamos um quarto para visitas (e assim teríamos mais visitas! hehehe), mas o fato é que estamos felizes aqui. Muitas vezes ouço alguém dizer que precisamos de algo maior e ai penso:_Puxa! Tenho uma casa pequena, onde todos tem lugar para dormir (até os cachorros), nossa casa não alaga, todo mês se torna um pouco mais nossa (afinal pagamos as prestações em dia! rsrsrs) e tantas pessoas moram um locais de risco, invadidos, sem a mínima infra-estrutura, todos dormem amontoados em chão de terra batida passando frio ou calor e o que mais me aflige, muitas vezes sem ter o que comer e eu aqui, se esta frio me esquento (no marido) e no edredom, se esta calor ligo o ar ou ventilador, como o que tenho vontade, enfim, as vezes tenho muito mais do que algumas pessoas gostariam ou imaginam ter um dia e mesmo assim (estou) SOU insatisfeita? Não é possível! Alguma coisa não esta certa! Porque somos assim???
Para quê preciso de uma casa com 5 quartos, sendo que só moram 3 pessoas? Para quê uma televisão e um computador em cada cômodo da casa? Na verdade, sem perceber, esse consumismo e esta insatisfação constante só esta separando nossa família e ninguém esta percebendo! Me lembro de quando era criança e todos ficávamos sentados a frente da tv assistindo junto, inclusive ao Jornal Nacional, muitas vezes eu ficava de bico porque queria ver outra coisa (na época Confissões de adolescentes eu acho), mas só podia depois de assistir ao jornal, na época(sim época! faz muuuuuuuuito tempo! hahaha) isso era péssimo pra mim, mas hoje vejo que aquele era o momento de estarmos juntos e estar junto não tem preço. Brigávamos, riamos, chorávamos, mas fazíamos isso tudo junto.
Hoje, como ser humano insatisfeito que sou procuro sempre mais, quero sempre mais e não percebo que já tenho tudo o que posso querer! Um marido maravilhoso, dois cachorros que me amam independente do meu humor ou da minha condição financeira, um Anjo da Guarda exclusivo, uma filha crescendo em meu ventre, tios, tias, primos, primas, avós, pai, mãe e amigos que gostam e se preocupam verdadeiramente comigo, um lar que a cada mês se torna mais nosso, um carro com ar condicionado (sim! isso para quem mora na praia é praticamente um lago no deserto!!!), o que mais posso querer além de amam demais tudo isso e deixar de me apegar as besteiras materiais, coisas fúteis que não me trazem felicidade, somente mascaram a verdadeira que é estar junto dessas pessoas queridas, será que somente quando alguém partir é que darei valor a ela? Não! Isso não pode acontecer! Tenho que valorizar agora! Assim como valorizo minha casa, meu carro,... preciso dar mais valor ao que realmente é valoroso e deixar de valorizar tanto o dinheiro. Quero esclarecer que não digo que a partir de agora não precisamos mais trabalhar e nem ganhar dinheiro, não é nada disso! Se você entendeu assim, me expressei mal. O que digo é: Valorize menos o que te afasta do seu verdadeiro tesouro. Valorizar menos, não significa desvalorizar! E se você não entendeu nada do que falei, isso realmente NÃO é pra você. Na verdade este post NÃO é pra ninguém e sim para mim. Para sempre que eu estiver desvalorizando o que realmente importa na minha vida, me lembrar das palavras que eu mesmo escrevi e fazer com que elas não sejam simplesmente palavras!

Não sei se me fiz entender, mas é isso! Agora vou tomar banho e ficar bem cheirosa para meu marido lindo que me ama tanto e que tanto amo. Já que hoje o que tem para ele é uma esposa gordinha e pançuda, pelo menos seria limpinha e cheirosa! hehehe 

Com carinho,

Roberta
"nosso amor é como o vento: não posso ver, não posso tocar, mas posso sentir!"


10 comentários:

  1. É complicado, nem sei o que dizer.

    beijos,

    ResponderExcluir
  2. Que orgulho de ser sua amiga!
    Saiba que este post tbem serviu pra mim...
    Hoje mesmo acordei preocupado..pensando preciso disso..Deus me dá aquilo outro, ainda não tenho isso..aff
    E q bom q Deus já me respondeu através de você...que eu já tenho tudo que preciso e que é mais precioso que bens materiais...
    Deus continue te iluminando!
    Beijim

    ResponderExcluir
  3. lindo Roberta falou td,tbém penso assim ...escrevi um post sobre isso mais ou menos,sobre como educar um filho..não é receita,acho que nem existe,mas é algo que acredito..não devemos dar valor em coisas materiais,ou melhor não devemos colocar essas coisas em primeiro lugar e nossos filhos precisam aprender que o ser humano é bem mais importante do que uma casa de luxo ou carrão do ano,se podemos ter beleza,mas se não também não terá que fazer falta afinal a família sempre em primeiro lugar.bjs

    ResponderExcluir
  4. O que comentar depois de um post reflexivo como este? Simplesmente nada.
    Excelente post, verdadeiro e muito significante!
    bjinhos nossos para vc e para Manu!

    ResponderExcluir
  5. Roberta...
    Gosto tanto de você...
    Nem sei bem o porque...rs mas gosto muito...
    Queria te contar isso...rs
    Beijo!!!

    ResponderExcluir
  6. É...não há mesmo muito o que falar mas sim refletir,lindas palavras,simplesmente perfeito!
    O ser humano é insatisfeito por natureza,está sempre querendo mais e mais mas basta parar um minuto para refletir em tudo o que Deus nos dá todos os dias,pra ver o tamanho do tesouro que temos,cada detalhe tem sua importancia e valor não haverá forma de calcular esse valor pois não tem preço!

    Um abraço querida,
    Você consegue se expressar muito bem!

    ResponderExcluir
  7. Post lindo, Rô! Concordo em gênero, número e grau! Eu sou culpada de muitas vezes acordar desanimada, querendo coisas e mais coisas quando na verdade tudo o que eu tenho já é tão valioso... Precisamos nos dedicar a agradecer mais pelo que temos e menos a conseguir mais coisas! Uma vez li uma frase que dizia "Imagine acordar amanhã com apenas aquilo que vc foi grato ontem" e desde então, tenho tentado agradecer o que tenho todos os dias da minha vida! :)

    Beijos em vcs!

    ResponderExcluir
  8. Voce pode me passar seu email?
    Assim te mando o link da corujinha!

    Manda pro meu email: binadebortoli@gmail.com

    bjs

    ResponderExcluir
  9. Amiga eu acho que você devia estudar psicologia,leva jeito rsrsrs.....
    E quem não é insatisfeito com a vida, por mais que temos nunca estamos satisfeitos com nada, sempre achando que falta alguma coisa para a gente ser mais feliz, mas a felicidade mora ao nosso lado nas pequenas coisas.
    Beijos no coração, que a Manu venha com muita saúde e deixe essa família ainda mais feliz.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  10. è isso aí temos q dar valor no q realmente faz a diferença em nossa vida, pois amar e ser amados, pelo marido/esposa, filhos, parentes, amigos, bichos de estimação... isso sim faz toda a diferença!!!

    ResponderExcluir

Bem vindo! Deixe um recadinho. Sua opinião é importante para mim e eu adoro quando você comenta! =)