Páginas

Esta foi a maneira que encontrei de dividir com vocês minhas alegrias, emoções, meus anseios, dúvidas, questionamentos,.. enfim, dividir um pouco de mim, afinal, ser mulher, mãe e esposa, não é fácil e eu não vim com manual de instruções!

terça-feira, 28 de agosto de 2012

A Primeira Perda

Engraçado como nós seres humanos não estamos preparados para a MORTE. Posso até ser clichê com o que dizer agora, mas a única certeza que temos a partir do momento em que suspiramos pela primeira vez, é o fato de que a qualquer momento podemos suspirar pela última vez.
Hoje, a Manuela vive a primeira perda de sua vida. Faleceu sua Tia-Bisavó Vicentina. Infelizmente elas não chegaram a se conhecer por puro comodismo meu e esta "culpa" vou carregar comigo, pois eu sou a "Sra. Teoria" e uma delas é que "não devemos deixar para amar as pessoas amanhã, temos que fazer isso hoje e de preferência AGORA!". Pois é, mas desta vez não foi isto que fiz e agora me lamento demais por ter tido 3 meses e 29 dias para realizar este encontro e não ter o feito.

É difícil demais perder alguém que amamos e eu me sensibilizo até com a partida daqueles que não conheço. Acho que a morte, principalmente as trágicas e inesperadas são as piores, assim como aconteceu comigo no caso da Olívia e por isso, sempre fico pensando na família que fica sentindo toda dor da saudade e em tudo o que poderia ter sido vivido e não foi! No caso da Tia Vicentina, sem dúvidas foi uma vida muito bem vivida e aproveitada. Ela uma guerreira criou seus mais de 10 filhos sozinha e aproveitou muito a vida. Sempre alegre, festeira e cheia de vida! Hoje, ela mais uma vez saiu na frente e esta lá no céu, ao lado de Deus ajudando a cuidar da minha Bailarina Olívia que no auge de seus 1 ano e 8 meses deve estar dando um trabalhão lá no céu! Sortuda ela que terá o privilégio de fazer isto antes de todos nós!

E como falar de morte com uma criança se nem nós mesmo sabemos lidar com ela ou explica-la? Esta é uma pergunta que me faço sempre e espero um dia, quando for preciso, saber lidar com esta parte da vida que nos assusta tanto. Será mesmo que a morte existe? O corpo pode morrer e se decompor, mas nossa alma não morre e é por isso que a saudade existe!

Tia Vicentina no Chá de Bebê da Olívia - 04/12/2010

Tia Vicentina, obrigada por amar minhas filhas antes mesmo de seus nascimentos! Me desculpe por não lhe proporcionar a oportunidade de conhecer minha Princesa Manuela e cuida bem da Olívia ai no céu tá?

Com carinho e saudade,

Roberta
"nosso amor é como o vento: não posso ver, não posso tocar, mas posso sentir!"

5 comentários:

  1. Eu faço essa pergunta sempre, como lidar com a morte? como falar sobre ela? é difícil.

    beijocas e força.

    ResponderExcluir
  2. Meus sentimentos, querida amiga.
    O que nos conforta nesse momento em que sofremos a partida de quem amamos, é saber que eles foram ao encontro do Pai, em um lugar muito melhor.

    Força ai!

    Bjos.

    ResponderExcluir
  3. Meus sentimentos amigas...
    Ela esta em um lugar maravilhoso...
    Beijionhos

    ResponderExcluir
  4. Aprendi a lidar com a morte na marra.....em 5 anos perdi 3 pessoas que amo de toda força do meu coração.....
    E somente o tempo ensina a viver com o vazio, a saudade.....o que eu faço é falar sempre dessas pessoas para a Julia, faço questão qu ela conheça quem eram e como eram importantes na nossa vida !

    Meus sentimentos,
    bjuss

    ResponderExcluir
  5. É realmente muito complicado perder quem a gente ama...

    Mas, como a Débora disse, o que nos consola é saber que foram para junto do Pai...

    Sinta meu abraço bem apertado. E beije muito a Manu por mim.

    Mãe da Mel.

    ResponderExcluir

Bem vindo! Deixe um recadinho. Sua opinião é importante para mim e eu adoro quando você comenta! =)