Páginas

Esta foi a maneira que encontrei de dividir com vocês minhas alegrias, emoções, meus anseios, dúvidas, questionamentos,.. enfim, dividir um pouco de mim, afinal, ser mulher, mãe e esposa, não é fácil e eu não vim com manual de instruções!

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

A primeira bronca Mamãe nunca esquece!

Muitos vão achar que estou fazendo maior "negro drama" ao ler isto, mas me senti pior que o cocô do cavalo do bandido ontem!

História 1 - 
A Manuela agora deu pra ficar apertando o bico do meu seio com as gengivas e dói pra caramba! Daí que ontem, ela fez isso várias vezes na mesma mamada até que chegou um momento que eu surtei (sem gritar) e disse: "Manuela, não pode fazer isso e agora você perdeu o direito de mamar!" (baixou a louca Professora Roberta! kkkk), me recompus, peguei ela e coloquei em pé no colo, olhei bem nos seus olhos e falei: "Filha, não pode fazer isso, a mamãe também tem coração e sente dor!" (a louca de novo!) Gente, juro que não gritei, não falei alto e nem brava, mas acho que minha expressão foi muito feia, pois ela ficou me olhando (com aqueles olhos grandes e brilhantes!!! (agora baixou a mãe coruja arrependida!) hehe) e assim que terminei de falar ela fez o beicinho mais lindo do mundo e começou a chorar! Pessoas! A Manuela praticamente NÃO CHORA NUNCA! e dessa vez chorou sentida! Com uma ou duas lagriminhas e tudo! Nem preciso falar que na hora meu coração ficou todo moído e enquanto ela chorava, além de moído, ele era esmagado de tanto arrependimento! Juro! Não fiz de propósito! Nunca pensei que ela fosse entender. Subestimei minha Princesa! Ela pode não ter entendido o motivo, mas ela soube muito bem que eu não estava feliz e que era com ela! =(

História 2 - 
Como se não bastasse tudo isso, fomos á casa de uns amigos e na hora de ir embora, coloquei ela dormindo no bebê conforto sem o cinto (já dentro do carro) como faço fazia antes e fui ajudar o Xuxu com o carrinho. Trocamos duas ou três palavras para me despedir e ouvi minha filha chorando desesperada no carro e corri pra ver o que era (pensei que havia acordado) e quando abri a porta quase infartei! Ela estava "caída" com a cabeça quase pra fora do bebê conforto tadinha! Na hora me senti pior do que o coco do cavalo do bandido que foi pego pela polícia fazendo xixi no lugar errado! 
Depois de acalmar a Manuela, respirei fundo e fiz o correto: coloquei-a no bebê conforto e desta vez com o cinto! Ela estava com tanto sono que passou uns 5 segundos e já dormiu novamente!

Moral da história 1 - NUNCA subestime a capacidade de entendimento do seu filho! Ele te conhece muitas vezes, melhor do que você, pois viveu 9 meses ouvindo e sentindo seu coração, sentimentos e pensamentos! Por mais que ele não compreenda os motivos, ele sente tudo o que você transmite, seja amor ou ódio, tranquilidade ou agitação, medo ou segurança,... enfim, por mais que tentamos, não conseguimos esconder de nossas crianças todo e qualquer sentimento! (eu sempre disse isso para minhas educadoras e no momento de utilizar com minha filha, sou só uma mãe burra e tonta! ai que raiva de mim!)

Moral da história 2 -  NUNCA deixe seu bebê sem supervisão de um adulto e sem o cinto do carro no bebê conforto ou cadeirinha, mesmo que ele esteja dormindo e com o carro parado! Lógico que com o veículo em movimento isto é inadmissível! Outra coisa, o que seu bebê de meses fazia ontem, hoje já faz com muito mais habilidade. Seu desenvolvimento é constante e diário. Cada flash é uma coisa nova! Não pisque! Ele cresceu e se desenvolveu naquela piscadinha! (olha o drama de novo, mas eh verdade gente! Anteontem eu descobri que estava grávida, ontem ela nasceu e hoje já esta com 4 meses!)

Filhoquita, perdão se a mamãe as vezes não te cuida como deveria. Tudo aqui também é novidade e as vezes, penso que estou fazendo o certo e não estou! Sei que posso ser melhor e vou me esforçar para fazer o meu melhor a cada instante, porque dia com você não rola né? Preciso ser a melhor mãe que você pode ter todos os instantes que estou junto á você, ou seja, pelo resto de minha vida, afinal, você esta dentro do meu coração e isso será eterno! Te amo filho, as vezes de uma forma um pouco torta, mas te amo demais!

com carinho, drama e muito amor,

Roberta
"nosso amor é como o vento: não posso ver, não posso tocar, mas posso sentir!"

domingo, 2 de setembro de 2012

Há um ano....

...Fiz dois testes de gravidez por não acreditar que a segunda listrinha rosa que apareceu tão clarinha era sinal de um positivo e para não ter dúvidas, o segundo apareceu tão forte como o bebê que esta dormindo ao meu lado neste momento!

...Deus me provou que não é homem para mentir e me presenteou com a princesa mais linda do mundo! 

...O Xuxu pensou que seria pai de duas meninas por ter aparecido duas listras rosas no teste! rsrs

...Eu pensei: Meu Deus e agora? Vai acontecer tudo de novo ou desta vez será diferente?

...Senti aquele frio na barriga, aquela sensação de:"e agora?", um medo que gelava minha alma, um amor capaz de passar por cima de toda dor, medo, receio ou qualquer outro sentimento ruim que pudesse surgir.

...Chorei como criança!

...Agradeci a Deus com todas as minhas forças!

...Descobri que novamente deixaríamos de ser eu, ele, Kindim e Cacau, para sermos Mamãe, Papai, Bebê, Kindim e Cacau!

...Para quem não entendeu: descobri que estava grávida!!

Com carinho,

Roberta
"nosso amor é como o vento: não posso ver, não posso tocar, mas posso sentir!"